quarta-feira, agosto 17, 2011

Quero a minha querida Mãe. MÃE. MÃE. MÃE.

É verdade, não tenho escrito. A minha vida mudou e, em agradecimento aos inúmeros comentários (na sua grande maioria carinhosos insultos), vejo-me na contigência e, afinal, grande prazer, de partilhar convosco o meu último ano. Perceberão assim, espero, o porquê de me ser cientificamente impossível escrever neste blogue e se mereço ou não a vossa total compreensão.

Exemplo aleatório de 2 episódios domésticos (dos mais de 20 que detenho), que me fazem exaurir mentalmente:

1.º episódio)
Ele chega a casa. Vai tirar um iogurte ao frigorífico mas aquieta-se à porta deste.
- O que é isto? - ri-se ele a olhar de esguelha para mim
- O quê - respondo eu com ar abstraído, enquanto limpo discretamente a nhanha de melancia que esparramei pela centésima vez na mesa, com a ponta da minha echarpe.
- Bem, este post-it bastante ilustrativo que diz (pigarreia): "Base de sopa: cebola, água, cenoura, batata. Cozer em água 20 minutos e esmigalhar. Rechear com agriões, espinafres ou couves. Só no fim.".

Nem soube muito bem o que dizer. Já estudei muito, adoro ler, e tenho uma excelente memória. Mas bolas, antes fazer um tutorial de como resolver um cubo de rubik do que o flagelo de permanecer numa cozinha mais do que 3 minutos (tempo que considero estritamente necessário para compor uma sande de fiambre e um iogurte açucarado num tabuleiro e desandar dali o mais rápido possível).

E para quem se está a interrogar neste momento: sim, sempre que preciso de fazer uma sopa necessito de ir ao youtube, digitar "fazer sopa" (melhor site do mundo: SABORINTENSO - obrigada Neuza, és linda) e ir pondo no pause à medida que o vídeo avança, saltitando entre o fogão e o laptop. E sim, NÓS NAMORAMOS, somos muito felizes e sublinho que faço maravilhas noutras coisas.

2.º episódio - dos tais 20 Deus meu)
Abro o cesto de roupa suja para pôr as farpelas do menino a lavar (o que me dobra a responsabilidade por não ser roupa minha) e deparo-me com um cenário medonho. Calções cremes com riscas azuis escuras; boxers brancos com um boneco da Sininho verde fluorescente; t-shirt bege com uns desenhos com toda a tabela de cores existentes no mundo inteiro e não estou a exagerar.

Estou sozinha em casa, sinto-me perdida e faço a única coisa que uma menina criada a compotas de morango e um milhão de beijinhos tem que fazer: começar a chorar copiosamente e ligar para o telemóvel da mãe.

Felizmente tudo se resolve. Por entre soluços, vou escolhendo os dois montinhos de roupa de cor e roupa branca conforme as indicações dela - não só nada convencida daquilo que faço, como completamente chocada por pôr as minhas preciosas cuecas cor de salmão no monte de roupa branca (tipo, não é máquina de roupa branca e máquina de roupa com cores??? é só impressão minha ou o salmão, o turquesa e o cinzento são efectivamente CORES ? Até fico confusa a tentar explicar isto, imagine-se o tumulto de EFECTIVAMENTE COLOCAR A ROUPA NA MÁQUINA!)

Eu sei que isto passa. Que um dia farei isto de olhos vendados, com uma perna às costas, dobrada ao meio, a esticar o cabelo e a fumar um cigarrinho. Mas, acreditem - enquanto isso não acontece (tipo saber seleccionar a mais brilhosa hortaliça ou o melhor espadarte fumado) sinto-me, oficialmente, um triste espectáculo.

Repito: faço outras maravilhas.

17 comentários:

Susi disse...

Ah gostei tanto, eu também sou péssima com isso tudo, e adoro é comer o belo do meu iogurte com açúcar ahah :D . Mas felizmente que escreveste algo novo, que neste longo tempo de pausa eu li o blog todo! E quero continuar a ler mais coisinhas, por isso espero novas actualizações :P beijinhos ;)

Piston disse...

Não convences. Faltam as outras 18 para que possamos julgar em total consciência.

Susana disse...

Piston querido, espera que estou a escrevê-las. Seguem dentro de minutos. Susi não consigo publicar-te comentários, o teu blogue é ficção científica a mais para os meus parcos conhecimentos.

Piston disse...

Não sirvas tudo no mesmo dia. Ainda apanhamos uma congestão.

Susana disse...

é pegar ou largar. hoje estou na casa da minha mãe. sinto-me aliviada (em todos a dimensão conceptual) e com disponibilidade para o mundo

Piston disse...

Deixa de ser calhoa e agenda isso.

Catarina disse...

Yupi... Ainda bem que voltaste a passar por aqui :) Foi graças ao texto que o Piston escreveu por estes dias a emitir quase uma mandato de busca? Brincadeirinha :p

Susi disse...

Ahaha, o meu blog é fácil! Ao lado da coisa que diz publicado por Susi diz lá: x Comentários com C grande. :D Só carregar lá e o resto é igual!
Eheh estou tão contente por teres voltadoo!

Susana disse...

ENTÃO EU DIGO QUE FAÇO OUTRAS MARAVILHAS E NINGUÉM PERGUNTA NADA??

Rafeiro Perfumado disse...

Eu acho estranho é não ires tentar encontrar no Youtube um vídeo que explicasse a cena das cores e separação da roupa...

Anónimo disse...

Adoro este blog! Eu pergunto: que outras maravilhas? ah?

e ja agora eu tambem me assustaria se visse uns boxers brancos com um boneco da Sininho verde fluorescente!

Marcia C

Susana disse...

Rafeirola, experimenta ir ao Youtube e pesquisar "como fazer máquina de roupa branca e roupa escura". Quantas marcas de máquinas de lavar te apareceram? 15. E conhecimento efectivo sobre a matéria fáctica? 0

teka disse...

Bem... podes sempre fazer como eu e de vez em qd temos t-shirts brancas que ficam com umas nuances azul ou cor de rosa... eu chamo-lhe criatividade ou espirito de independencia da maquina...

Ainda bem que estas de volta!

Maria Santos disse...

Finalmente apareces!!!
De partir...
Não te chateies com as cenas domesticas, faz com que ele aprenda e faz ele... As mulheres não tem de ser fadas do lar, podem ser fadas noutras coisas, as taius que tu dizes!!!!

blimunda sete luas disse...

Adoro ler-te. Bem-vinda de volta! :-)

Anónimo disse...

Já vi que o teu gajo pela maneira de vestir é um parolo do crl, mas tb para andar contigo so podia ser , fazes maravilhas no que puta de merda es uma vaca puta e estupida como o crl, pelo menos dás o cu para o pessoal foder ou não????o cego tem te partido o cona toda??

Anónimo disse...

Olá Susana, há algum tempo que descobri o teu blog (já não sei como) e acho o máximo!! Este post então, caiu-me que nem uma luva!! Sou assim tal e qual... também comecei a partilhar casa com o meu namorado há pouco e tempo, e, volta e meia lá estou eu a precisar de ajuda da mãe para esse tipo de coisas, principalmente a roupa sim! branca e escura e cores, e temperaturas e etc etc etc.... aaaarghhh!

Leva o teu tempo com os posts, compreendo que o tempo seja escasso, mas please, não deixes de partilhar as tuas aventuras! É bom sentir que não somos as únicas!!

bjnhs, I.