terça-feira, fevereiro 02, 2010

O voo picado da Linguiça (eu)

Ainda não postei aqui que o ano passado tive a insólita ideia de comprar um motociclo.

A ideia era conduzir por Lisboa serpenteando de cabelo ao vento por entre os carros, cruzando avenidas, e superando mil obstáculos. Ora o confronto com a realidade foi duro. A verdade é que só sabia zizaguear estrada fora, tentando travar com pés e gritando pela minha mãe com ar de louca esgazeada.

Sempre que conseguia travar (geralmente com a língua dependurada e as solas dos sapatos a fumegar), ficava imóvel uns segundos maldizendo a minha pessoa e as minhas estúpidas ideias, jurando para nunca mais.

Ora este sábado tinha a minha primeira e verdadeira experiência motard. Cabo da Roca e marina de Oeiras. E aí vai Salsicha, cabelo encrespinhado no capacete, nariz a pingar estalactite e olhos rasos de lágrimas de emoção e stress, a tentar superar-se e , afinal, não morrer.

A5, ic 19, Cril, Crel, marginal, fiz tudo!!! Naturalmente sempre escoltada pelos simpáticos motards, dois à frente, dois atrás - ( a 35/h, tenho a leve sensação que nunca mais vou saber destes passeios).

Fiquei mesmo feliz e orgulhosa da minha competência técnica. Até chegar à casa dos meus pais e espetar-me dolorosamente numa curva a 10 metros da garagem.

Levantei-me num ápice a fim de evitar vergonhas, sacudi o blusão e calcei novamente os ténis (percebo agora a utilidade das botas). Depois levantei a mota, observei quase que comovida os estragos no alcatrão (sim, leram bem, no alcatrão) e fui a coxear para casa merdalejando a minha vida.

À distância de 3 dias, a moral desta minha primeira queda? Venham mais (preferencialmente de colete protector e cotoveleiras), sinto-me outra, O MUNDO É MEU!

14 comentários:

Armanda disse...

Descobri este blog por acaso.
Mas agora espero sempre ansiosamente pelo post seguinte.

E como sempre...5 *

Maria Santos disse...

Oh Salsicha, quase te desgraçaste!!!
Caramba... o que eu me ri com este post!!!
Estás bem?
Eh pá não desistas... e conta as aventuras!

Kátia disse...

já sigo este blog há bastante tempo e, no entanto, nunca comentei...;) não sei bem porquê, possivelmente deve-se ao facto de não conseguir parar de me rir mal leio os posts e depois olha o riso prolonga-se e tal e pronto, nada de comentário. Quando descobri este blog, passei uma noite inteira, até por volta das 6h da matina a ler os posts e o que eu me ri.............Bem, é só para te parabenizar e para dizer para continuares com essa vida a mil como tu tão bem sabes fazer. E com tanta aventura é fazer o favor de postar mais vezes ok? Há que partilhar.....Bjinhos

Piston disse...

Recomendo a típica queda na rotunda.
Não só não é libertador como te sentes merdosamente embaraçada.

AmendoaZ disse...

Lolololol, quase te desgraçaste! Espantoso, adoro a forma como tu escreves as tuas histórias!

Anónimo disse...

Epah...a sério... LOL!!! Sei que não gostas muito de modas, mas para quando uma compilaçãozinha de todas estas "aventuras"? Diz que podias ganhar uns trocos...

Ronin disse...

:-) *

Softy Susana disse...

então e a tal promessa de "um post por semana?" É que já ninguém vive tranquilamente sem as suas "crónicas criminais"!
:)
beijinhos,

Anónimo disse...

Então veja só: eu quero arranjar uma bicicleta. E não sei porquê...toda a gente me diz que sou suicida!!
Beijinhos e de cada vez que aqui venho farto-me de rir que nem uma perdida. Continue!!
Claudia

Anónimo disse...

querida salsicha
obrigado por pores um sorriso na minha cara no dia mais depressivo da minha vida
continua o bom trabalho

Anónimo disse...

Boa noite, hoje dia 17 de Fevereiro e "post" niente? Como é? Vai demorar muito o próximo "post"? hummm? (mau mau maria...)

paulo disse...

Isso é o que se chama "fazer as curvas deitada"... :)
Don't give up!

Anónimo disse...

Hoje tive a sorte de uma amiga me indicar este blog e não é que não tenho feito outra coisa, senão, rir-me. Há muito tempo que precisava de um dia assim. Até os meus filhos já se queixavam que nunca me tinham visto rir. Continuarei a visitá-lo pois adorei ler os post-its e agora sou quer que nunca mais parar de rir. Obrigada

Susana disse...

Bolas, és mesmo querida!