quarta-feira, setembro 02, 2009

O estranho caso do BPN e os peitos de lona

Num destes domingos, após a minha chegada de férias:

Avó (fazendo conversa): então Susana, já sabes que que encontraram coisas muito valiosas ali na... na... na retrete do genro da Ti Maria da Capelina?

Eu (sem ter a certeza de ter compreendido o cerne da questão) - Hein??

Avó (muito circunspecta na sua cadeira) : Sim senhora, coisas importantes, muito valiosas!

Eu - Na retrete? Do genro da Ti Maria da Capelina? Quem é esse?!

Avó - é o genro dela! é aquele que não tarda nada está mas é com uma pulseira num pé!

Eu - Pulseira num pé?

Avó - Aquele... ´ca mulher tem um peito de lona!

Eu (cada vez mais intrigada): Peito de lona?? Não percebi ainda nada

Avó (impaciente): olha cala-te, não me apoquentes!

Entretanto passa a minha mãe a rir-se e descodifica:

- Acho que ela está a falar do Dias Loureiro, que se casou com a filha da Ti Capelina lá da terra ao que parece ela meteu mamas de silicone... Bem, fizeram uma busca a casa deles encontraram uns documentos importantes através de uma passagem na casa de banho para um anexo. Ah, acho que a tua avó pensa que ele vai de pulseira electrónica. Não sei, por enquanto ainda não foi.

Volto-me lentamente na direcção da minha avó.

Ela continua impassível, luneta no fundo do nariz a olhar-me como se eu fosse uma criatura particularmente imbecil por não compreender o seu raciocínio exemplar.

Tenho medo de envelhecer.