quinta-feira, abril 12, 2007

A verdade da mentira**

A associação a que pertenço convidou um conhecido grupo de hip hop, para animar uma tarde das nossas crianças, com cantigas, coreografias e sermão típico das boas práticas e costumes,
convite esse a que o grupo generosamente acedeu, em pleno período das férias pascais.

Antes da actuação (que se revelou o máximo e proporcionou uma tarde muito bem passada, que fez a miudagem delirar e gritar até ficarem roucos), um membro do grupo dirigiu-se a nós pedindo para tirar umas fotos.

- claro, claro – apressámo-nos nós a concordar, orgulhosos de aquele grupo querer uma recordação nossa associação.

- Ao fim e ao cabo também serve para a nossa própria publicidade... – reconheceu o famoso vocalista.– Sempre damos a conhecer uma outra vertente da banda, mais humana, percebes? Mais que trovadores urbanos somos pessoas com sentimentos e preocupações.

Um outro membro questionou:
- Vocês são muito conhecidos não são? Estivemos a pesquisar, têm casas nos Açores e na Madeira não têm? Ainda são umas 2 mil crianças, vivem mesmo nas casas da associação não é? – num misto de interesse e verdadeiro apreço.

Olhei para os 21 ranhosos amorosos que por ali pululavam. Lembrei-me das instalações concedidas com muito boa vontade mas simplesmente bafientas, numa das salas ligeiramente podres da paróquia.

Algo na minha cabeça piscava como um neón e me advertia “PERIGO, PERIGO, estes gajos acham que nós somos uma outra associação e se eu disser alguma coisa se calhar arrumam as trouxas

e bazam, bazam, e vão para casa, casa.

E eu, (abrindo a pestana tana) sorrio complacente: - Fazemos o que podemos...

Nunca uma mentira me soube tão bem.
Quer dizer, de certeza que já houve, mas por agora não me recordo.

14 comentários:

Izz disse...

Boa opção. Ninguém saiu prejudicado, certo?
Boa sorte com os teus pequenos ranhosos!

Jorge disse...

Bem que se lixaram! Olha-me os sacanas hein?
Andaram a pesquisar na net antes de aceitarem o convite.
Nada como notificar os jornalistas para que desmascarem esses mercenários quando informarem que estiveram a fazer x para uma associação que não é y.

Tão humildes e caridosos que eles são...

Anónimo disse...

Opá eu não posso! Aqueles gajos disseram isso! Pois estou mesmo a ver só fizeram a actividade para promoção a pensar q iamos ter montes de jornalistas, etc. Bem s e lixaram... Ainda fomos nos oferecer os belos bolinhos da região...
bjs andreia

Daniela disse...

Olha... foi por um bom motivo (é uma boa maneira de encarar as mentiras!)

Izz disse...

bolinhos da região... esta expressão só podia mesmo significar que estou em presença de cidadãos do meu querido concelho!
Fui ver, eram fofos! (os bolos, que são bons, mas tal e qual como os outros doces do concelho, andam a ser falsificados)

Susana disse...

como sabes que eram fofos?

Izz disse...

estava atento ao projecto crescer, ora como... ;)

Joaninha disse...

Baza baza?! lol muito subtil!

Joana disse...

Foi uma mentira por uma boa causa. E os tipos mereceram!

Apaixonado disse...

E se fosse a ti não fazia esforço para te lembrares. Esforço presente, fisico... Não digo que esforço omnipresente não seja actuador no bom sentido, mas não há nada, mas nada como um bom abraço. Já sei que vão dizer : WHAT A FUCK ARE YOU DOING? FUCK!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Carlos Sampaio disse...

Não irás para o inferno com esta mentirinha...

susana disse...

izz, impressionada!

Pedro disse...

Não era para impressionar, mas para deixar implícito que o que escreves interessa e ainda por cima faz rir (pelo menos a mim)!

Pedro disse...

ah, Pedro AKA izz
(não sei pq ás x apareço com o nome próprio, mas há de ter qq coisa a ver com a conta do gogle e a conta do blogger...)