sexta-feira, novembro 24, 2006

Elsa Raposo ou a samantha fox dos tempos modernos

Caríssimos,

A ninfomania não é uma coisa necessariamente má. Decompondo a Elsa Raposo, vulgo ninfomanica eventualmente não assumida, encontro várias questões:

Qual é afinal o problema numa mulher ter uma capacidade infinita de amar?
Em que mundo mesquinho é que vivemos e no qual não toleramos ver ninguém embuída de felicidade, muito menos uma senhora?
Porque são vários homens seguidos? O amor é eterno enquanto dura. E tanto vale ser 2 semanas, 2 anos ou duas décadas. Foi proveitoso enquanto existiu, e luto só há para quem precisa dele.

Uns necessitam de um ano para se recomporem, há quem precise de um dia, quem dita afinal o prazo do sofrimento atroz ou simplesmente de uma tristeza subtil?
Qual é afinal o problema da Elsa Raposo encontrar em cada homem o amor da sua vida? No seu desequilíbrio, é feliz. Permanentemente feliz.

Os filhos? Amam-na, certamente. Independentemente de escândalos, tricas e pais adoptivos, mãe há só uma.

Eu gosto da Elsa Raposo. (E ODEIO A PATRÍCIA TAVARES!!! FALSA, MAMAS SETENTRIONAIS 100% POLIURETANO!)


(amanha reconto o número de visitantes.)

12 comentários:

Dr. Cunillingus disse...

No meu gosto, antes mamas sententrionais do que cabisbaixas...

Anónimo disse...

ate parece que a elsa rabuda n tem silicone... nao so nas mamas mas tambem naquelas trombas horrorosas! Aquilo é sexy? "Ca noijo"

Lá que tem o "direito" de andar, separar, casar, descasa, etc e tal com quem quiser... CAguei p/ o que ela faz ou deixa de fazer!

Quicocas disse...

Na minha opinião, o problema não é amar demais; é não saber o que se quer e não ter nada para fazer o dia inteiro... Mas é só a minha opinião!
Beijinhos e bom fim-de-semana!!!

K@ disse...

A minha teoria é a de que Elsa Raposo não se assume propriamente como um fac-simille de Samantha Fox mas sim de Marylin Monroe. A eterna sofredora, sem amor, sem principe encatado, sem carinho. Sexy, mas sem isso tudo. Ao contrário do que diz(es), parece-me que Elsa é, na verdade, infeliz, mesmo na aparente felicidade do seu desiquilibrio. Mas isso sou eu a pensar alto...

Jorge disse...

Juntas no mesmo blog as palavras "mamas", patricia, tavares, elsa e raposo... É garantido que o número de visitantes vai subir.
Google ao serviço da taradice.

Dr. Cunillingus disse...

k@ por favor não compares a elsa à marylin...

susana disse...

J tás mesmo lá, como sempre.

Ana disse...

K@,como grande admiradora da Marylin, não a compares com ninguém, muito menos com a Raposo...
Por favor!

Undisclosed Recipient disse...

Eu acho que há uma subtil diferença entre ser uma mulher com espaço no coração e fazer tatuagens com o amor da vida dela de duas em duas semanas. É a diferença entre amar e ser um tudo-nada bipolar...

Jorge disse...

Tu não pescas mesmo nada de marketing. Então invocas as mamas da Patrícia Tavares e retiras a tua foto do blog? Não percebes que aquela fotografia dava a esperança aos cibernautas de apanhar mais fotos tuas de corpo inteiro?

Gaja que não tem foto sua no blog, ou foge de alguém ou é feia!

Francamente...

MarcoLifo disse...

Pah a gaja é um coxe cota mas dava-lhe uma
www.tugaxxx.com vejam nos 'Destaques', eheheh.

Anónimo disse...

êpá,se ela ao menos fosse uma escultura de belesa(sexy),digo vá lá tudo bem mas ho pá não vale a publicidade feita e por favor nada de comparacões com atrizes celebres,que não passaram no tempo.