sexta-feira, outubro 20, 2006

:(

Afinal, o que é pior?

- a espanhola de renda para pôr o papel higiénico
- o dálmata de loiça na entrada
- o quadro do menino triste a verter uma lágrima
- a fonte de mármore ranhoso do menino a fazer xixi, vulgo Manenken Pis
- a passadeira de plástico branco sobre uma passadeira de lã
- o boneco do arlequim sobre o naperon branco no sofá
- as bolas de naftalina nas arcas canforadas
- o bibelot do sapatinho de cristal a servir de porta-lápis
- os sete anões de gesso debaixo da nespereira


ou

- uma tia-avó com isto tudo e mais umas coisitas e que já me confirmou condescendentemente que me vai deixar o magnífico espólio por herança?

Vou estudar atentamente o regime jurídico da deserdação.

10 comentários:

Eu disse...

Eu achgo q ainda tens muita sorte em ela não te deixar um cãozinho daqueles q abana a cabecinha ou - pior! - a dentadura dentro de um copo de vidro transparente quase cheio de água amarelada

bom fds

Quicocas disse...

Bem... Acabei de fazer uma viagem aos anos 70/80!
Deixa lá, pelo menos, podes abrir um museu e ainda ganhas algum dinheirinho extra!
Beijinhos e bom fim-de-semana!!!

botinhas disse...

Não te preocupes com a naftalina, vai sublimar antes que a herdes!

Caracoleta disse...

Oh Susana, estou a tentar mandar-te um e-mail mas não consigo. Tens outro endereço? Escreve-me para susana.vigario@netcabo.pt
Beijinhos

Chokinha disse...

Olá. Se encontrares no meio do espólio uma daquelas terrinas em forma de couve, estás perante um tesouro! Nada de deserdação! Para além de serem elementos preciosos de decoração em qualquer típica casa portuguesa, podes sempre surpreender amigos que se casem com essas preciosidades por prendas de casamento. :) Beijo!

NonSense disse...

Hum... tenho algumas destas coisas lá em casa... Às vezes escondo-as mas a minha mão não desiste enquanto não as voltar a colocar no lugar... :|

Carlos Sampaio disse...

Não te queiras livrar do kitch português! Um dia mais tarde tudo isso vai valer uma fortuna! Tal como as capas massajadoras que se colocam nos assentos dos automóveis, a porcelana chinesa, aquele quadro pintado por aquele parente distante, aquele arranjo piroso que alguém te deu...

Vê o caso do Marante. As cassetes dele, são hoje em dia verdadeiras preciosidades!

Jorge disse...

Marante? Preciosidade??????????

Ou andas a dar marteladas nos pés ou a fumar coisinhas ilegais, seja como for, há para aí sintomas graves de desorientação.

Susana disse...

preciosidade sim. juntamentente com o Nelo Monteiro cujo novo single se chama..alguém tem coragem de o escrever em bom português? onde anda afinal a polícia dos bons costumes?

Shaznay disse...

Dedica-te seriamente a esse estudo.
Isso é um pesadelo a virar realidade.