terça-feira, outubro 24, 2006

Autch

Ontem lá fui ver os XL Femme, ou, como eu carinhosamente lhes chamo, Donna Maria.

Para variar, um estrondo e, para mim delicioso já que o B, completamente apaixonado pela vocalista, a tal Marisa Pinto ex-Onda Choquiana e que canta descalça, ofereceu-lhe, no fim do concerto, um cd comprado com o maior desvelo amoroso de que há memória. Ela, comovida, agradece docemente e confidencia baixinho: “Nem sei o que te diga. Elis Regina é a minha deusa. Vou ouvi-lo todo ainda hoje, o meu namorado também adora, vai ser um final de noite lindo. Obrigada..mesmo” e vai-se embora aos saltinhos, enquanto o meu amigo se dilacera cadeira abaixo, batendo contrito com uma mão no peito outra na testa “estúpido, estúpido” .

Escusado será dizer que eu e minha Joana nos desmanchámos ainda a miúda não tinha virado costas. Sinceramente, vi o sofrimento estampado no rosto de um adulto de 27 anos mas mesmo assim não consegui deixar de chorar a rir durante uns bons dois minutos, limpando os olhos às bordas da toalha com o diafragma já dorido.

Telefonei-lhe hoje, parece que vai meter baixa. Psiquiátrica, suponho. Ninguém apanha um abalo destes e se recompõe assim tão facilmente.

3 comentários:

Quicocas disse...

Deixa lá que aquilo passa-lhe!
são amores platónicos!
Mas vai-lhe lembrando a vergonha que passou, de vez em quando, que é para ele aprender!
Beijinhos!!!

arawn disse...

AHAHAH

bom já o aristóles dizia na suposta perdida "comédia" que o ridículo dos outros é o melhor motivo de riso.

Saint disse...

ora bem:
"B" de Bruno... check
amor platónico pela vocalista dos Donna Maria... check
individuo facilmente embriagado por amor... check
sujeito que ainda acredita na aquisição voluntária de cd's originais... check
fã de música brasileira, Elis Regina inclusivé... check
adulto de 27 anos... check

só me resta dizer... tás lá mano !!! ;)