sexta-feira, outubro 06, 2006

As probabilidades

Ontem estive a falar com um rapaz que este verão visitou a China, país de onde o seu mestre de kung fu é originário.

Esteve lá 15 dias, fartou-se de palmilhar planaltos e montanhas, esfregou-se em planícies fluviais, saltitou por entre serras e cordilheiras, apanhou com tempestades de poeira,observou com interesse as formções paleozóicas, foi a templos confucionistas, budistas e taoístas, submeteu-se à medicina tradicional e cruzou-se com milhares de chinesitos uns mais amigáveis que outros.

regressou são e salvo. Após 12 horas de viagem aterrou e sentiu-se feliz, em casa.

Sentimento esse que se fortaleceu daí a 15 minutos, já que teve a pregrina ideia de apanhar um táxi e quando chegou às escadas reparou que o taxista lhe havia dado duas moedas de 100$00 em vez de quatro moedas de €2.

Podia ter sido esquartejado, comido vivo, violado em restaurantes, atropelado naquele caos estradal ou simplesmente desaparecido na longínqua e vasta China.

Mas não, foi roubado à porta de casa em Sacavém.

Para quem anda no Kung Fu não dá propriamente uma heróica história para contar aos netos.

10 comentários:

Dr. Cunillingus disse...

É pena que a matemática não seja, pelos vistos, o seu forte....

É que quer fossem moedas de 100$00 ou de €2, se devia ter recebido 4, e só recebeu 2, logo aí havia erro..

Ou era o sono?

Eu disse...

caprichos de uma vida demasiado confúcia para se rebolar entre sacavém e a china

(porra, esta nem Eu entendi, mas saiu assim, assim fica, e há todo um fds para a tentar entender)

odinis disse...

Formações. Momentâneo, todos sabemos. Mas fica o apontamento rectificativo.

Belzebu disse...

Viver em Portugal passa a ser assim muito mais emocionante do que a longinqua China! E ainda por cima, cá sim, é mesmo necessário perceber de artes marciais!!!

Saudações infernais!!

Anónimo disse...

TÁS VIVA?

Anónimo disse...

Joaninha

Joana disse...

Não há casa como a nossa casa...
Bjs

Quicocas disse...

Pois...
Para a próxima vez, ele tem é que contar o troco ainda dentro do táxi, porque sabedoria chinesa não é propriamente o forte dos nossos taxistas, não é?!
Beijinhos!!!

Susana disse...

Para a próxima vez ele tem é que levar uma rapariga para o livrar destes apuros..gajos, sempre uns mal-orientados!

jo, vivinha da silva..beija

Carlos Sampaio disse...

Tenho umas amigas que também à relativamente pouco tempo estiveram na china. Jantaram forma e a conta delas todas num restaurante dos bons foi algo tipo €6. No final pediram da carta das sobremesas o "pumpkin surprise".

Ficaram admiradas quando lá dentro encontraram arroz de feijão.

Isto não aocnteceria cá certamente...