domingo, setembro 24, 2006

A oferta

A minha mãe ganhou um dia destes uma viagem a Santiago de Compostela num concurso de rádio qualquer. Este ganho é bem revelador da sua persistência, já que os responsáveis só tinham 5 para oferecer e ela lá desencatou uma 6ª.

Até aqui nada de extrordinário. Para quem já viu a própria mãe a dar uma sova de meia noite num quarentão viçoso que a tentou espreitar numas cabines de duche numa pousada da juventude em S. Pedro de Moel há muitos anos atrás (eu sou assim, caracterizada por traumas, traumas e mais traumas), imaginá-la a desesperar um radialista com chantagens emocionais e choradinhos pseudo-cristãos não se me afigurou difícil.

A questão revelou-se mais complexa quando eu descubro, surpreendida, que ela ganhou nada mais nada menos que uma viagem a Santiago de Compostela de 5 dias ..a pé.

Não sei o que me aflige mais, a audácia dos produtores ou a pobreza franciscana dos ouvintes.

Muito me hei-de eu rir com este generoso passatempo. Estou doida que a minha mãe se meta a caminho e me telefone desconsolada para a ir buscar já bem perto de Santiago

do Cacém.
Há-de apanhar o autocarro para Lisboa para não se armar em esperta. é que, convenhamos, isto do "a cavalo dado.." tem mesmo que ter limites...

7 comentários:

Anónimo disse...

Olha … (tás mesmo a olhar?) … parece que sou o primeiro a ler este post, ou pelo menos a deixar uma mensagem :-)

Hoje sinto-me particularmente um “mãos largas”, estava capaz de te oferecer uma viagem ao Brasil ... sabes nadar ? :-)

Agora a sério, dei umas belas gargalhadas ao ler que a viagem de 5 dias iria ser a pé :-D ... lembrou-me uma altura quando eu ainda era jovem inocente e incauto (tipo na semana passada) em que participei numa prova de ciclismo onde o primeiro prémio era uma viagem a Londres. Ora, quem diz “Londres”, também diz “Praça de Londres” ... ainda bem que fiquei em terceiro e ganhei o secador de cabelo!.

Lagaffe

Eu disse...

tens a certeza q o premio é uma viagem A pé a santiago, e não AO pé? Eu custa-me a crer q seja cinco dias a pé (ainda se fossem quatro...)

susana disse...

muito, mas mt bem pensado. a situação revela ainda contornos mais macabros do que os inicialmente apreendidos.

dois manos confusos: nix e maria disse...

pois..agora o que não se percebe é o porquê de santiago do cacém...a viagem começa no algarve? lol

Susana disse...

desculpem sim, essa do santiago do cacém foi só mesmo para a catarse literária

lagaffe, ´tás lá! nao era o da babyliss que estica o cabelo pois não?

Carlos Sampaio disse...

Nessa mesma onde... Também posso relatar uma estória.

Uma tia de um amigo meu prometeu que iria a pé a Fátima.

Foi saldado o seu desejo.

E então agarrou em si, comprou um bilhete de Expresso e foi "em pé", até Fátima! :D

AHAHAHAH!!! Incrível! Não seria assim a viagem da tua mãe???

x-prep disse...

Tu inda te vais fartar de rir, mas eu já me ri que nem um perdido só de ler.

Eu vou a Santiago de mota uma vez por ano... com um bocado de sorte até calha na mesma altura e inda dou uma boleia à tua mãe!