domingo, setembro 10, 2006

Doces 80

Com os olhos marejados de lágrimas, beijo o meu novo DVD do "Crime, disse ela" e preparo-me para me deleitar nas minhas recordações de infância.

Com mil cuidados, coloco-o no leitor, sento-me no sofá, e com o coração a palpitar preparo-me para uma hora de pura magia.

Passados 5 ou 6 minutos já estava com a cara esborrachada no chão, braços abertos no sofá e as pernas no cimo da parede, morta de tédio e mais pobre €3,99 que os chulos do planeta agostini não fazem a coisa por menos.

As cores, um pavor. Som, indistinto e a Jessica Fletcher velha que nem Matusalém. O guião era para sub-13 e atenção que o 2.º dvd já custa o dobro.

Agostinianos: parem de destruir sonhos de criança. Querendo, reponham o 70x7 que traumatizada já eu estou desde esses domingos de 1988.

E se algum dia tiverem a triste ideia de relançar “David, o Gnomo” declaro-me inimputável e cometo mais que um crime. Quem vos avisa..

6 comentários:

voltas nesta cabeça disse...

e eu que diga.. . maldito DVD! Grande seca.. .ja para nao falar nos psico-detectives que foi tao de esfregar a cara no chão!

Undisclosed Recipient disse...

Por essas e por outras é que eu não quero rever a Murphy Brown! Eu amava a série mas acho que depois vou ter a mesma desilusão...

Dr. Cunillingus disse...

estava com vontade de comprar o dvd pelos mesmos motivos que os teus (mas não tão eloquentemente descritos) e pelos vistos em boa hora não o fiz.

Carlos Sampaio disse...

HEHEHE!!! :D

Sabes, já pensei o mesmo do Duarte e companhia, mas... Retive-me!

O que está a dar é a reedição dos clássicos! Sim! Refresh! As personagens de antigamente no contexto actual! Por acaso gostei do Super-Homem (as duas horas que vi), já ouvi que vai sair outra vez o Justiceiro com o Michael Knight e o seu Kitt.
Os "Transformers" estão também aí a chegar em filme!

Eu disse...

crime, disseste tu

Slinkman disse...

Bem dizia a canção: "nunca voltes aos locais onde já foste feliz". Na altura era tudo muito bonito, mas agora... e o McGyver? As mesmas cores pastelentas e aquele cabelo à imigrante arrepiam qualquer um! Mas na altura era o máximo.
Os meus parabéns pelo excelente blog. Tive que o ler todo do princípio ao fim e gostei do teu sentido de humor.