segunda-feira, agosto 07, 2006

Eu e o elder

Estive a pensar cuidadosamente e cheguei à conclusão de que o homem ideal é, sem margem para dúvidas, mormon.

O mormon tem indeléveis qualidades que me fazem desejar contrair matrimónio com um espécimen assim.

São muito limpos e asseados, sempre com os peúgos passajados, a camisa branca imaculada e calças impecavelmente engomadas.

São quase sempre loiros de olhos verdes, os morenos, quando os há, são sempre bem compostos e de tronco largo, uma mixagem entre italianos (do sul) e austro-húngaros.

andam sempre aos pares denotando grande capacidade de interacção e níveis de sociabilidade médio-alto, sorrisos doces e dentaduras branquinhas.

E, acima de tudo, nunca, mas NUNCA olham para as gajas.

Fiéis ao ponto extremo, orgulho de qualquer mãe, sonho de qualquer sogra, prece de qualquer rapariga.
Tenho a impressão que se a Belluci se saracoteasse à frente deles, pluma espetada no rabo e socas com pompons cor-de-rosinha, desencadeariam apenas uma reacção fisiológica de contornar o obstáculo e seguir em frente, olhos fitos no horizonte, sacola naqueles ombros másculos e ala que se faz tarde, há que divulgar a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Até agora ainda não encontrei qualquer tipo de inconveniente nestas pessoas, aliás, o único problema é mesmo esse, nunca encontrei nenhum porque, e volto a sublinhar, eles fogem das miúdas como eu do trabalho.

Qualquer dia prego uma sapa num, à laia do "ai desculpe foi sem querer" e tento tirar nabos da púcara.

Esperam-se cenas escaldantes dos próximos capítulos.

18 comentários:

Anónimo disse...

Curioso pelos próximos capitulos.

Ricardo.

fogacho disse...

já tinha saudadinhas de desdenhar na bipolar ;o)

Dr. Cunillingus disse...

Será que fogem das míudas ou simplesmente não lhes agradas? :) Ora aí está uma questão metafísica que vale a pena não descurar...

eheh

BlackRain disse...

Talvez a maioria deles faça parte do ramo fundamentalistas que pratica a poligamia sobre a forma de casamentos com multiplas mulheres, pelo que têm suficiente em casa para nao andar a olhar para quem passa na rua! :-) Como e' que arranjam várias mulheres sem olhar para as que passam na rua... não sei, alguma espécie de mercado negro mormon onde se fazem "rounds" de encontros "underground"!?

Eu disse...

pois é, Eu acho que tens toda a razão, os gajos são tímidos...

Carlos Sampaio disse...

finge-te de fiel a precisar de ser "convertida"...

Sónia Neves disse...

Su, o gerente da minha loja remax é bispo mormon. Conhece resmas de mormons e eu já conheço uns quantos. Há 1 igreja ali no cacém. Hoje passou por mim 1 par,junto à remax, e ficaram a olhar p mim... Talvez pensando q eu era mormon. 1 info q já recolhi: mormon só cruza com mormon...

Anónimo disse...

Já leio o teu blog à uns tempos (...desculpa lá), mas este teu post deu-me aquele pontapé no real traseiro para escrever uma resposta, pois aqui vai:

Já faz uns anos largos que em Aveiro, ia eu de saquito as costas rumo ao comboio (eskim – para quem é intimo) quando um par de “Elder’s” (por uma razão que até hoje nunca entendi, todos eles se chamam “Elder”) me interpelam no meio da rua a perguntar se eu tinha 2 minutos ... bom, como até ia com tempo para o comboio (sim, antes esperar plantado na estação por um comboio a uma sexta-feira de loucura, do que ficar nas aulas até ao fim) ... quando no meio da curta e já entendiante conversa me perguntam: “não tens um quarto para onde possamos ir?” ...

... digamos, que foi ai que eu entendi a expressão trágico-bíblica “como o diabo foge da cruz” e cordinha nos sapatos que afinal os tipos não são “flor que se cheire” ... ou se calhar até são (flor), mas escolham lá outro que eu não me dou a esses amassos !.

Resumindo: Pois, assim parece ficar provado que os ditos não se dão com o espécime do género oposto!

Lagaffe.

susana disse...

Pronto, e assim terminam os meus sonhos de criança.

Danny disse...

Deixa-me só parar de rir por um pequeno instante que seja!!
Aliás, antes de mais, permite-me que me apresente: tenho 24 anos, sou mórmon, fui "Elder" (termo proveniente do inglês, que significa literalmente "ancião") durante dois anos. Tenho olhos verdes, mas sou moreno, e, agora que penso nisso, sou muitas vezes confundido por italiano nas minhas deslocações ao estrangeiro!!
Durante aqueles dois anos, devo confessar que fugia de miudas como diabo da cruz...mas não, não era gay!! E é claro que não posso responder pelos 65.000 missionários que existem no mundo, mas posso-te garantir que a quase totalidade deles é tão heterossexual como qualquer outro homem do mundo. Simplesmente, enquanto missionários tentamos ser o mais dedicados à obra e a Deus, e, acredites ou não, o real intento dos missionários é ajudar aqueles que os ouvem e que eles servem a serem felizes! ... e, sim, somos mais fiéis que os demais, porque valorizamos a familia e a nossa esposa acima de todas as outras coisas.
Quanto aos engraçadinhos que logo vieram bramar sobre a poligamia, talvez fosse melhor ideia consultarem a História, e facilmente descobririam que a Igreja proíbe a poligamia há quase 200 anos...
Portanto, da próxima vez que encontrares uma dupla desses simpáticos moços, dirige-te a eles, e tenta descobrir o que os leva a reprimir os seus instintos face ao maravilhoso sexo oposto durante dois anos, e logo no seu período mais "impetuoso" da vida (acredita, eu bem sei o que me custou!)

Dr. Cunillingus disse...

portanto é tipo um ritual? passar dois anos a envangelizar?

Anónimo disse...

Ouvi dizer que era para fugir à tropa...

BlackRain disse...

O meu sonho desde a altura em que corria desenfreado sem objectivos pelo recreio da escola primaria é envolver-me numa discussão inútil numa zona de comentários de um blog.

Finalmente surge a oportunidade depois de ser apelidado de "engraçadinhos" pelo blogger danny.

Antes de mais, obrigado pela concretização de um sonho de infância.

Depois, sou gordo, é certo, mas ainda sou só um e não há por isso necessidade de ser tratado no plural (sempre gostei da forma como nestas discussões a gramática, e muitas vezes também a ortografia, são atiradas para cima da mesa, só espero não ter cometido erros - o que se torna difícil quando o nosso teclado não tem acentos)!

Em seguida, e já que sou aconselhado a consultar a História, retribuo com um conselho da minha lavra: consulte num dicionário as palavras "bramar" e "humor".

Se sou acusado de fazer a primeira, após a consulta do dicionário, irá perceber que foi coisa que não fiz.

Pelo contrário, a segunda é algo de que tentei fazer uso, pelos vistos de forma imperceptível e sem sucesso. Peço desculpa por não ter conseguido alcançar os níveis mínimos de qualidade aparentemente necessários para escrever na caixa de comentários do "Salsicha não te desgraces".

De qualquer forma, obrigado pela tentativa de ensinamento, é sempre agradável sermos subestimados por estranhos.

Uau... então é assim que uma pessoa se sente depois de uma discussão destas! Quero mais, quero mais...

Anónimo disse...

blackrain, Sério - louvo-te o esforço de teres respondido !

Perante o que li, a minha única reacção foi mesmo de encolher os ombros e ... “oh well”

Afinal o “salsicha” não se “desgraça” ;-)

Lagaffe.

susana disse...

hã, quem é que é amiga quem é?

Jorge disse...

"Ninguém evangeliza tão bem como a Remax!"

Anónimo disse...

Cool blog, interesting information... Keep it UP Affordable laser hair removal pictures before and after Rhode island meridia legal Middletown md soccer tournament Discount maternity clothes in dallas texas Rental flats west hampstead Volkswagen gulf Family breaks whit wheelchair friendly lake district Gazelle fitness trainer mobility aids wheel chair Boobs huge real ohio wheelchair ramp codes

adriana disse...

Ola pessoal confirma a situação os elderes andam pelo cacém e não me largam a porta! Acreditem fazem de tudo para vos levarem para a oração de domingo às 9 da manhã!!!!