terça-feira, julho 18, 2006

Portuguesa cidadã do Mundo, aliás, do Vasco da Gama

Criei um ritual.

Aos dias 20 (sacralizado por ser dia de pagamento) não como. Mal bate o meio-dia e meia do almoço, corro disparada para o multibanco mais próximo, levanto o que posso e mimo-me com bons cremes, bonitas roupas e maravilhosos livros no espaço de 1h30.

Depois regresso ao meu local de trabalho, aviada com 2 dezenas de sacos qual bimba no país dos descontos, de estômago vazio mas de peito cheio, feliz que nem um pássaro.

Aos dias 21 chego taciturna, desolada e arrependida, com os talões de troca em punho e pensando "mas que grande merda, para que é que eu fui comprar isto?".

E o ciclo repete-se ininterruptamente.
Novo-riquismo no seu mais puro estado de saloísmo.

3 comentários:

elsi disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
voltas nesta cabeça disse...

Aiiiii que TU! Desde que voltaste ao 36 não paras nas compras!! Isto de ter uma prima com o mesmo numero de roupa só traz beneficios. Viva a dieta.

Anónimo disse...

Muito bom :-D quando o destino quiser que um dia 20 coincida com uma daquelas depressões que só se curam com muita compra à mistura não quero estar lá para assistir ao espectáculo ;-)
MV