quarta-feira, janeiro 25, 2006

José Castelo Branco e o verdadeiro susto

Ontem, na hora de almoço, eu e o meu irmão resolvemos aproveitar as chamadas gratuitas para números fixos do Voipbuster e telefonámos para a residência do Sr. José Castelo Branco, já que o meu irmão tem os números de todas as pessoas e mais algumas devido ao que ele chama de "engenharia social", vulgo piratices manhosas.

era para ter sido para a Belle Dominique mas não descobrimos o número (o meu irmão, leviano, até sugeriu que ela era um homem e estaria registado como Manuel Domingues. Devaneios..)


Atendeu-nos um senhor, o Carlos, brasileiro efeminado, cheio de retoques verbais e colocações de voz particularmente afectadas. O meu irmão, saloio das Beiras e sem qualquer preocupação em fazer um bom trabalho, ri-se à cara podre enquanto manda chamar o "Zé Castelo".

Homossexual - E quem é que deseja falar?

O meu irmão (sotaque bracarense) - Sou o Xico Alpendre, conhecido por Totinegro amigo dele desde os tempos de Santo António dos Cavaleiros!

Homossexual - ah..sei..Só um momento

Passados 10 minutos volta:

Homossexual:oi..o Sr. José Castelo Branco pede para informar que o Sr. deve estar enganado porque nunca morou nesse lugar.

Meu irmão - não? deve estar confundido! Bom, eu sou irmão do Conde de Valbom, era para convidar o Zé para ir à festa dos seus 60 anos, ali no Palácio do Marquês da Fronteira. Paciência, o Fernando ficará com muita pena..

Homossexual: espere um segundo então, por favor,

Passados 3 minutos volta só se ouve:

- táaa?Quem falaaa? - voz aflitivamente apaneleirada do zé


Então o meu irmão, ganhando balanço e colocando-se o mais perto possível do microfone, faz uma pausa e manda o arroto mais monumental que se possa imaginar, com a duração mínima de, pelo menos 4 segundo, e a décibéis claramente proibidos pelos regulamentos administrativos.

- aiii!! - ouve-se num tom amedrontado

- que horror! - já ao longe - o telefone ainda com a ligação, mas o Zé a pôr-se certamente a milhas, eu a imaginá-lo aos saltinhos amaricados, espavorido pelo corredor.

O empregado abeira-se do telefone e lá o desliga, eu rebentada de riso, com falta de ar ao canto do quarto.

- poça, até fiquei mal disposto, - confidencia o meu irmão, acalmando o estômago violentado.

Tão depressa não beberá ele uma água das pedras sem se lembrar do Xico Alpendre.

8 comentários:

browserd disse...

A sério Susan. Não sei que te diga... Vou fingir que fiquei pela parte da Engenharia Social (que muito estimo e respeito)...

Susana disse...

Não digas nada, também estou muito arrependida.

mas eu não consigo arrotar!! teve mesmo que ser o meu irmão

leo disse...

Pura e simplesmente o meu blog preferido. Entretimento sempre garantido ao seu melhor nível! Keep up the good work :D

MasterGuillian disse...

o teu irmão devia experimentar vender apartamentos de time share, com esse talento e essa lata descomunal... ficava milionário como comissionista!?!

Jorge disse...

Muito bom! Se quiserem outro convidado, acho que Manuel Domingues � mesmo o nome do ser.
Se a vossa ''engenharia'' confirmar que mora perto de carcavelos, acertaram!

Anónimo disse...

You have an outstanding good and well structured site. I enjoyed browsing through it » »

Anónimo disse...

Keep up the good work » » »

iugum75 disse...

Voçé e o seu irmao nao devem de ter mais nada de intelegente para fazer que incomodar as pessoas ,