domingo, setembro 25, 2005

Terror na Auto-Estrada

Aqui entre nós, tenho que vos contar isto (quer dizer, não é uma necessidade imperiosa, mas até gosto de desabafar) :

Esta semana, nessa já ultra-conhecida povoação/micro-mundo do Taguspark, dirigia-me pacatamente para o ginásio habitual (onde já estou inscrita há quase 13 dias), quando me aproximo de uma rotunda.

Ainda ia um pouco longe. Olho para a direita, nenhum carro.
Olho para a esquerda,

É O TERROR NO SEU ESTADO MAIS PRIMITIVO, O PAVOR MAIS DILACERANTE QUE PODE ACOMETER UM SER HUMANO, FICO TRANSFIGURADA, SUO EM BICA E AS MINHAS BATIDAS CARDÍACAS ACELERAM EM QUÁDRUPLO, ESTANDO NUM EMINENTE ESTADO DE APOPLEXIA FULMINANTE.


NÃO CONSIGO EMITIR UM ÚNICO SOM. UM ESGAR DE INCREDULIDADE MORRE-SE-ME NA GARGANTA E SÓ PENSO: SOBREVIVEREI A ISTO?


A entrar na rotunda, do meu lado esquerdo, vejo aquelas aberrações pertubadoras, denominadas desde há muito de "semi truck" ou camiões de cabine", normalmente comercializadas pela Volvo ou Mercedes.

Tem uma cabine GIGANTESCA, uma reconstrução pura do camião do "Duel" - Spielberg (1971 -google, amo-te) e depois, patética mas ao mesmo tempo horripilantemente, tem duas rodinhas pouco maiores que os meus seios, a fazerem de rodas, e um estrado do tamanho de um tabuleiro de forno eléctrico.

Juro: se ficarem a olhar mais de 3 segundos para uma coisa dessas, vão ficar com a sensação que há ali qualquer coisa que não bate certo, e depois, conforme os segundos escoam, vão começar a ficar perturbados até finalmente cederem e, bem alto, gritarem.

Não vos enoja isto?

Brrrrrrrrrr, spooky

Este que vos mostro não tem nem 1/10 da mosntruosidade daquele que eu vi. O pior foi que fiquei tão apática que entrei na rotunda sem dar por isso e, selvaticamente levei com a buzina daquele freeky show.

Não sei como não morri de susto.

1 comentário:

Frimicrichiró disse...

Ora ai etá um grande e decente tractor!!!!