sexta-feira, setembro 16, 2005

Tele2 - Terror na Auto-estrada da comunicação

Hoje veio a conta da Tele2.

Como já mencionei num post anterior, o prosseguimento da minha vida terrena depende basicamente do valor computado na factura.

No dia 31 de Agosto, se o trauma não me tolda a memória, fui ameaçada veladamente pelo meu próprio progenitor. Veladamente porque ouvi um "Ai se a factura não é abaixo dos 30€ EU NEM SEI O QUE TE FAÇO". Portanto permanecemos ambos na ignorância. E eu não queria morrer ignorante.

Bem, mas veio a conta. Eu tirei a carta da caixa do correio. Sentei-me na sala. Acendi uma vela aromática para descomprimir, mas como me estava a faltar o ar acabei por não apreciar bem o momento.

Depois de 2 ou 3 idas à casa de banho (eu sei que é informação dispensável mas tudo o que meta rabos e cócós tem muita graça e eu gosto de vos agradar) abri, finalmente, o envelope.

Datas: 27 de Julho a 27 de Agosto.

Ainda não é a conta do mês fatídico. Tenho que esperar mais um mês angustiante para avaliar os estragos dos derradeiros dias de Agosto e os primeiros de Setembro.

Continuo a fazer planos. E a pedir as vossas preces.

Sem comentários: