segunda-feira, agosto 22, 2005

NO AEROPORTO:

Tudo correu bem até à parte da entrada nos gates propriamente ditos. Naquela revisãozinha que fazem ao nosso corpo e nossos pertences, foi com grande pena minha que a minha mala de mão apitou sonoramente e eu, qual criminosa, fui encaminhada para um canto, onde me perguntaram cruelmente se eu tinha alguma faca.
Ora pois claro que tinha, como é que era suposto eu barrar as tostas com Nutela?? Tentei explicar educamente o meu ponto de vista, objectivo esse que saiu logrado. Disseram que eram armas cortantes (bem..se nunca me dissessem permaneceria na ignorância para sempre!) e perigosas, e que se quisesse deixabva a faca lá, dava 1€50 e eles remetiam-na num envelope para casa.
Olhem-me estes... GATUNOS!! Com 1€50 compro na Alemanha 3 (três) Kinder Buenos e ainda recebo 4 cêntimos de troco.
Arrotei na cara deles que podiam ficar com a faca, não sem antes ter gritado pela Zélia para lhe pedir a opinião, sincera, se aquela pertenceria a algum serviço de loiça fino. Ao que ela respondeu, e bem, "Sei lá Susana, a faca é tua!" Ainda choraminguei um pouco, mas aqueles seguranças têm um coração empedernido.

Antes de me ir embora ainda me ri na cara deles e disse que tinha também um garfo.
Mas aqueles palermas inconscientes deixaram-me ir, a gritar lunaticamente, empunhando o citado garfo e a gritar "Eu consigo fazer bem pior com este garfo do que com essa faca!Ora pensem lá como é que se melhor esburaca um olho? Hein?"

Hoje, no regresso, fiquei sem o corta-unhas.
Estava tão cansada que nem discuti. Fiquei só a rir-me interiormente porque acho que ainda tinha um bocado de esmalte das unhas dos pés naquele utensílio. E ele pegou-lhe com a mão.
Hehehe, agora que penso melhor nisso até tenho uma certa satisfação que aquilo lá tenha ficado. O pior será quando a minha mãe der por falta dele ( cá em casa as coisas são comunitárias).

Quero lá saber... Fiquem com a faca e o corta-unhas cagado. Eu fico com uma história para contar aos netos...E com grandes probabilidades de ser esbofeteada caso a minha mãe leia este post e descubra que o faqueiro está incompleto.
Eu..arrisco.

1 comentário:

Ronin disse...

Não! Isto não é verdade... diz-me que NÃO foste para o aeroporto com uma faca na mala... diz-me !

:-D