segunda-feira, julho 11, 2005

Bianca: A verdade da mentira.

A minha Bianca é, sem dúvida, um animal muito especial e não deve ser a única. Devia vir nos anais quadrúpedes como fazendo parte da raça "Cães Inacreditavelmente Dementes Meu Deus (pecado mortal, não invocar o Santo Nome de Deus em vão - ops, já pequei outra vez)Como é Possível Haver Cães Tão Estúpidos Neste Mundo?" Isto porque:
Não há um único dia desde que ela nasceu (3 anos e meio) em que a sirene dos Bombeiros Voluntários de Belas, essa magnífica corporação de utilidade pública e cheia de sorte porque o Ferrari que foi oferecido aos assinantes da TV Cabo, há 3 anos atrás, foi parar ao motorista, o Sr. hum..nao sei, também não vale a pena inventar, como estava a dizer, não há um único dia em que essa sirene apite, ao meio dia, e aquela loba da alsácia, sem uma perna, mas por favor, isso não é suposto influenciar um cérebro, uive aflitivamente na mesma onda megahertz que a sirene. é completamente assustador.
Ou seja, todos os dias, ao meio dia, a minha cadela perneta, (mas linda), torna-se uma verdadeira atrasada e uiva durante um minuto, em resposta à sirene. E eu fico envergonhada porque é o único cão nas redondezas que faz tamanha parolice.
Já tentei pôr-me na pele dela e tentar perceber o que será que ela pensa que aquilo é. Mesmo que ela ache que é um cão cobridor que a quer possuir e todos os dias lhe manda uma mensagem româmtica e ela fica aflita porque não pode ir para a rua, bolas, será que ela ainda não teve tempo para perceber que aquele apito NÃO É PARA ELA!! ELA ESCUSA DE RESPONDER!!!
Deve ser triste ser-se cão. Triste ter uma patinha assim aleijada. Mas deve ser infinitivamente triste descobrir que o seu príncipe encantado é uma sirene comprada na Rádio Popular de Sintra, a € 55,89. Eu não lhe contarei. Delatora? Jamais.

1 comentário:

Anónimo disse...

This is very interesting site... » » »